Portuguese
English
Spanish
French
German
Italian

Como migrar do Android para iOS

Como migrar do Android para iOS

Comprou um telefone com sistema operacional diferente? Aprenda a mirar de sistema operacional sem dores de cabeça.

Nos últimos anos a briga entre a iOS e o Android está cada vez mais acirrada: isso, é claro, é ótimo para o mercado de tecnologia mobile e, consequentemente, para o consumidor, ambos beneficiados pelo  competição entre dois gigantes.

Com grandes companhias se superando a cada novo lançamento, é cada vez mais comum deixar a fidelidade de lado e experimentar um celular com um sistema operacional diferente. Mas e os dados? Como migrar todas as informações de um aparelho para outro  sem perder nada? Nós preparamos uma minitutorial, em duas partes, para ajudar você a fazer essa transição sem traumas! Essa semana vamos falar de como fazer o procedimento de um aparelho Android para um modelo da Apple.

Migrando do Android para iOS

A Apple tem um aplicativo chamado “Migrar para iOS” que serve para… bem, você que quer migrar para o iOS!  Ele irá transferir seus contatos, histórico de mensagens, fotos, vídeos, contras de e-mail, calendários, enfim, tudo que está no seu aparelho Android para o novo Apple.

Primeiro você deve baixar o aplicativo no Google Play e instalar no seu aparelho Android. Em seguida, conecte os dois aparelhos na mesma rede wifi. Quando estiver configurando o iPhone, selecione o opção “Migrar dados do Android”. De volta ao Android, abra o aplicativo e siga o passo a passo até ele pedir um código que irá aparecer na tela do seu iOS. Digite o código e pronto! Agora é só esperar a transferência, que pode demorar alguns minutos, caso o volume de dados sejam muito grande.  e siga as instruções até ele pedir pra colocar um código que, vai aparecer na tela do iOS. É só digitar no Android, tá? Depois disso, selecione o que quer transferir pro iPhone e espere a barra de progresso estar concluída no dispositivo iOS. Isso pode demorar um pouquinho dependendo da quantidade de dados que precisa ser transferida, tá?

Simples, né?  Na próxima semana vamos explicar o caminho inverso, para você que está pensando em trocar a maçã pelo robozinho da Google.